26th Jul2010

Amargo – Fantaspoa 2010

by Pedro Henrique Gomes

Amer (amargo) na verdade não tem um plot. São três distantes momentos que marcam a vida de Ana. O primeiro ocorre quando ainda é criança, na casa dos pais. O segundo já adoscelente. O terceiro já mulher formada, quando regressa a casa onde foi criada. Nesses três momentos, Hélène Cattet e Bruno Forzani captam a procura carnal da menina Ana, que transita entre universos paralelos (fantasia) e a realidade.

A primeira sequência da vida de Ana, ainda girininha, é êxtase total. A dupla de cineastas não só filma bem (com movimentos habilidosos de câmera e composição invejável de campo) como compõe a atmosfera do filme com elementos que somente amplificam o suspense – há um pouco de Hitchcock (sempre haverá), um tanto de Jack Clayton e uma pitada de Tourneur. Eles registram o essencial para construir uma sequência de imagens virtuosas. É por essa complexidade artística que o trabalho de Cattet e Forzani torna-se tão especial. Não somente um exercício de linguagem, Amer é um dos melhores filmes dos últimos anos. Sobrou no festival.

Amer (2009) – Horror/Drama – França/Bélgica – 90 min.

Filme visto no Fantaspoa 2010 – International Fantastic Film Festival of Porto Alegre.

Site Oficial: http://www.amer-film.com/

Trailer:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *